Tendo como gênese a criação do Grupo de Bibliotecários em Informação e Documentação Jurídica em 1973, o GIDJ/RJ tem por finalidade congregar Bibliotecários/Documentalistas, Arquivistas, Advogados e outros profissionais que militem ou tenham interesse na área de informação e documentação jurídica no Estado do Rio de Janeiro, incentivando-os ao intercâmbio de experiências; promovendo o entrosamento e a comunicação de seus membros através de programas de trabalho; incrementando a elaboração de projetos em cooperação.

Em 1988 o Grupo passou a denominar-se Grupo de Informação e Documentação Jurídica do Rio de Janeiro (GIDJ/RJ), perfazendo, desta forma, 47 anos de atividades.

O Guia de Bibliotecas Jurídicas, principal publicação do Grupo, arrola atualmente 40 unidades de informação entre órgãos públicos e privados. Este número nos faz ter ciência dos desafios que só podem ser alcançados mediante um fazer ético, como expresso em nosso Código que trata deste tema, Artigo 5º: “observar os ditames da ciência e da técnica”, considerando, inclusive, as especificidades da produção e circulação da informação em seus múltiplos meios; e “cooperar para o progresso da profissão, por meio do intercâmbio de informações com órgãos de representação profissional da categoria […]”.

Ainda no sentido ético, como consta no Artigo 6º, está a necessidade de “prestigiar as entidades da categoria”, fazendo convergir as iniciativas em proveito da coletividade. Os esforços não devem ser unilaterais. Ambas as partes, instituição e profissional, devem estar abertas ao diálogo para melhorias em nossa classe.

Vale lembrar a fala do filósofo espanhol Ortega y Gasset, quando afirma que “o trabalho do bibliotecário variou sempre em função do que o livro significava como necessidade social”. Podemos dizer que a informação é, de fato, uma necessidade primordial em todos os sentidos da vida. O exercício da Biblioteconomia tem, como aspecto fundamental, o pensar ético, pautado sobretudo na natureza sociocultural da profissão.

O Grupo de Profissionais em Informação e Documentação Jurídica do Rio de Janeiro coloca-se à disposição da comunidade neste 12 de março, ciente de seu dever, disponibilizando todos os canais e atividades aos interessados.

Em nome de toda diretoria, desejamos um profícuo desenvolvimento em nossa área, com contributos cada vez mais sólidos, a favor da cultura e do acesso à informação.  

Rio de Janeiro, 12 de março de 2020.

Thiago Cirne
Presidente do GIDJ/RJ

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

dezoito + 4 =